Da matéria dos sonhos…

O grande dramaturgo inglês William Shakespeare afirmou que “somos feitos da mesma matéria que nossos sonhos”.

Partindo dessa afirmativa vale aqui o questionamento de quantos de nós buscamos conhecer a matéria que nos dá forma? Quantos de nós observa em seu próprio ser os próprios sonhos?

Será que, diante de nossos sonhos, trememos de medo, fugindo das dificuldades que seria realizá-los? Será que ao fugirmos, não estaríamos abandonando nosso verdadeiro propósito de vida?

Uma das coisas que nos impede de seguir adiante rumo à realização de nossos sonhos é o medo que nos congela, que nos impede de avançar e que nos faz acreditar que somos incapazes, fracos para a vitória e concretização desses sonhos.

Outro fator impeditivo é o comodismo de nos acostumarmos com nossa zona de conforto. Para que sair de onde se está confortável, gostoso, sossegado?

Respondo que este lugar confortável, gostoso e sossegado sempre terá este formato justamente por nos acostumarmos com o pouco que muitas vezes temos. Olhamos a grama do vizinho, mais verde do que a nossa, mas não temos a coragem necessária para cuidar de nossa grama amarelada, acostumado a só receber água de chuva (quando chove!).

E os sonhos? Será que eles aguentam ficar parados na zona de conforto?

Os sonhos são feitos de momentos e de matéria fluida e por isso, desvanecem no ar, libertando-se de locais e momentos que não os entendem ou deixam de dialogar com seu movimento constante.

Se lembrarmos da frase de Shakespeare, somos feitos da mesma matéria dos sonhos e, portanto, de matéria fluida que exige movimento, ação para sua realização.

Então, zona de conforto não combina com energia dos sonhos, com vontade de realizar e acontecer, fazer a vida progredir, florescer…

Será que queremos realmente realizar nossos sonhos, crescer pessoal e profissionalmente, alcançar nossos objetivos ou estamos (mal) acostumados com a zona de conforto que nós mesmos criamos e preferimos, ao invés de nos esforçarmos, apenas reclamarmos que nada dá certo?

E então?

Você é feito da matéria dos sonhos e por isso precisa segui-los para se livrar das pedras que escolheu e que o impedem de alçar novos voos.

Sonhar sem agir é escolher a inanição e a infelicidade da mesmice de nossas zonas de conforto.

Está com medo de arriscar? Lembre-se que até os heróis têm medo e mesmo assim enfrentam os monstros que surgem à sua frente.

Não espere mais! Sonhe e realize! Este é o caminho para ser feliz!

 

4 thoughts on “Da matéria dos sonhos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *